Skip to content

Seguros obrigatórios no Brasil? Devo ter outro além do DPVAT?

Seguros obrigatórios no Brasil? Devo ter outro além do DPVAT?

Seguros obrigatórios no Brasil? Devo ter outro além do DPVAT?

O número de reclamações pagas no segmento de seguro obrigatório de acidentes de tráfego do Brasil, conhecido localmente como DPVAT (seguro obrigatório), diminuiu no primeiro semestre de 2019 e a queda também é prevista para o ano de 2020  – dado o investimento as campanhas de conscientização do Detran.

Segundo informações divulgadas em detranipva2020.com.br houve um total de 169,018 reclamações pagas no período, Abaixo de 12% em relação ao mesmo período de 2017, de acordo com números da Seguradora Líder focada na DPVAT, como relatado pelo blog de seguros sono Seguro.O imposto rodoviário no Brasil inclui cobertura obrigatória limitada de terceiros seguros. Este é conhecido como Dano Pessoal causado por Veículos automóveis de viagens Terrestres (DPVAT), que significa “Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores Terrestres”.

Isto é por vezes referido como Seguro Obrigatório, ou seguro obrigatório. Isso garante que todos os veículos têm cobertura mínima de terceiros e as vítimas de acidentes rodoviários receberão danos ou compensação por lesões graves ou morte causada por um veículo de outra forma não seguro, independentemente da culpabilidade. É gerida pela FENASEG (Federação das empresas nacionais de Seguros Privados e de Capitalização).

Preciso ter outro tipo de seguro?

Nenhum outro seguro é obrigatório. Devido ao mau estado de muitas estradas, condições de condução, elevado volume de tráfego e elevada incidência de crimes relacionados com veículos, cobertura mais abrangente-ou pelo menos cobertura para roubo de veículos e conteúdos – é aconselhável.

Muitas companhias de seguros privadas fornecem seguro automóvel e, em muitos casos, as apólices podem ser organizadas visitando o escritório, por correio, telefone ou on-line. A maioria das seguradoras tem uma série de apólices com diferentes níveis de cobertura, excesso e prêmios, que dependem da idade, reclamações anteriores e condenações e experiência de condução.

Apesar de não ser obrigatório ter outro seguro no Brasil se torna quase que uma obrigação do condutor que quer se proteger contra eventualidades no trânsito. Afinal, o DPVAT gerenciado pela Seguradora Líder só cobre indenizações decorrentes de acidentes pessoais, o carro fica fora do contexto e se não tiver um seguro para te amparar os custos para consertar veículos estragados e até de terceiros poderá sair uma média de duas a três vezes mais caros do que o valor gasto em seguradoras.

Tipos de seguros automotivos

Os principais tipos de cobertura são::

  • Terceiro (Seguro Contra Terceiros))
    Terceiros com cobertura de incêndio e roubo (Segura contra Terceiros, Incêndios e Roubos)
  • Total Completo (Seguro Total)
    Taxas de excesso existem em diferentes níveis, dependendo da política, e são chamados de Franquia.

Não existem bónus/descontos para sinistros e são denominados bônus / desconto. Eles podem ser transferíveis de outros países ou entre políticas no Brasil, dependendo da política e fornecedores de políticas. As taxas anuais podem aumentar se for apresentado um pedido quando um acidente foi culpa do condutor; se o condutor não tiver acidentes, as taxas diminuirão.

Reembolsos podem estar disponíveis em políticas canceladas, dependendo dos detalhes exatos do contrato de política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *